Uma boate com cerca de 300 pessoas foi fechada pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) na madrugada deste sábado (5), no bairro Santa Efigênia, região Leste da capital, por descumprir os decretos municipais de prevenção contra a Covid-19.

Segundo a prefeitura, fiscais de Controle Urbanístico e Ambiental interditaram, entre essa sexta-feira (4) e a manhã deste sábado, outros seis estabelecimentos comerciais que não cumpriram as medidas sanitárias. Além disso, três bares foram multados em R$ 17 mil por descumprimento da interdição.

Conforme a Subsecretaria de Fiscalização, desde março, 70 mil abordagens educativas em estabelecimentos comerciais foram realizadas, além de 5.392 vistorias fiscais para verificação do cumprimento dos decretos da administração municipal.

Outras 170 ações de interdições foram executadas em locais que insistiram em manter o funcionamento em desacordo com os decretos municipais. Foram aplicadas 23 multas por descumprimento de interdição no mesmo período.

BH proíbe beber em bares e restaurantes

A PBH, através de decreto publicado no Diário Oficial do Município (DOM), decretou, nesta sexta-feira (4), que bares e restaurantes não poderão comercializar bebidas alcoólicas a partir de segunda-feira (7). Licenciamentos para shows, eventos gastronômicos e festas de Réveillon também estão suspensos.

Leia mais:

Com mais de 5 mil casos, Minas registra maior número de infectados por Covid em 24 horas desde junho

BH proíbe consumo de bebida alcoólica em bares e restaurantes a partir de segunda

Nova Lima segue exemplo de BH e proíbe consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes