Minas Gerais registrou 5.223 novos casos de Covid-19 no período de um dia e atingiu o maior número de infecções em 24 horas desde 26 de junho, quando 6.307 pessoas testaram positivo para o coronavírus. Os dados foram divulgados neste sábado (5), através do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

No mesmo período, 56 pessoas perderam a vida por complicações da doença, chegando a 10.283 mortes. Conforme o levantamento, o Estado confirmou 438.304 casos da enfermidade desde o início da pandemia. 

Segundo a SES, 397.575 mineiros já se recuperaram da Covid-19. Outros 30.446 seguem internados ou em acompanhamento médico.

De acordo com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), até essa sexta-feira (4), a capital mineira atestou 55.170 casos, com 1.685 mortes em decorrência do vírus.

Ocupação de leitos de UTI volta a subir em BH

A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) em BH voltou à fase de alerta após atingir 50,6% nessa sexta. Já as enfermarias têm 47,9% de ocupação, segundo o último boletim epidemiológico.

O número médio da taxa de transmissão do vírus também encontra-se em sinal de alerta. O Rt está em 1,06, o que significa que 100 pessoas têm potencial de infectar outras 106 na capital. Quando esse índice insiste em ficar acima de 1, significa um sinal de que é necessário ficar em estado de alerta, segundo os epidemiologistas da prefeitura. 

Leia mais:

Ocupação de leitos de UTI em BH volta a subir e chega a 50,6%; taxa de transmissão também cresce

Covid castiga mercado de trabalho para domésticas

Nova Lima segue exemplo de BH e proíbe consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes