O tempo seco aliado aos fortes ventos vêm dando muito trabalho para o Corpo de Bombeiros nesta quinta-feira (5). Além de um incêndio de grandes proporções em uma mata de Lagoa Santa, que acabou atingindo uma casa e matando uma cachorrinha, militares também atuaram contra chamas que ameaçavam imóveis em Sabará e Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Em Nova Lima, os combates já entram no terceiro dia consecutivo contra o fogo que atinge uma área verde próxima ao condomínio Alphaville.

Para se ter ideia, segundo os bombeiros, a corporação registrou um aumento nos incêndios em vegetação de 45% em Minas Gerais e 35% na Grande BH entre janeiro e agosto de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado. Em todo o Estado, o número passou de 8.251 casos em 2018 para 11.960 neste ano e, na Região Metropolitana, o índice subiu de 1.821 para 2.460 atendimentos neste período. 

Já em Sabará, o fogo atingiu uma área próxima de uma linha férrea e se alastrou rapidamente, ameaçando o Centro de Controle de Zoonozes, colocando em risco todos os animais do abrigo. Ao todo, estavam na instituição 20 cachorros, dez cavalos e cinco gatos. Um vídeo feito pela coordenadora da Zoonoses da cidade mostra o princípio do incêndio, antes da chegada do Corpo de Bombeiros, com vários moradores tentando apagar as chamas usando baldes e mangueiras. Confira: 

Felizmente o incêndio foi controlado pelos militares antes de se tornar de grandes proporções. 

Os bombeiros voltaram a atuar em Santa Luzia, também na Grande BH, por conta de chamas que atingiram uma vegetação bastante densa de uma mata aos fundos de diversas residências, no bairro Belo Vale. As chamas do matagal acabaram passando para o encanamento de gás de um dos imóveis. 

Após conterem o fogo na casa, os militares passaram então para o combate na área verde, que é bastante extensa e ainda oferecia risco para outras residências. A Polícia Militar (PM) precisou ser acionada, já que a moradora afirmou ter sofrido prejuízos com o incêndio e sabia quem era o responsável por ter ateado o fogo.  

Alphaville 

Pelo terceiro dia seguido, militares do Corpo de Bombeiros atuam em uma área próxima ao condomínio Alphaville, em Nova Lima. Na terça-feira (3), o fogo tomou conta da região e a suspeita é que uma oferenda religiosa, com velas, tenha sido a causa. O trabalho dos militares perdurou durante todo o dia e continuou na quarta-feira (4), quando a BR-040 chegou a precisar ser interditada por conta da fumaça, que atrapalhava os motoristas. 

Já nesta quinta o bombeiros atuam em novos focos e possíveis reignições deste mesmo incêndio desde 6h30. Ao todo 10 agentes da corporação e três viaturas participaram do combate. Veja vídeo que mostra parte do trabalho: 

 

Dicas

Diante do grande aumento no número de queimadas atendidas pela corporação, o Corpo de Bombeiros divulgou algumas dicas para a população em casos de incêndio em vegetação. Confira: 

- não faça queimadas sem autorização;
- não jogue pontas de cigarro nas estradas;
- muito cuidado ao manejar foguetes e fogos de artifício;
- não queime lixo próximo à vegetação;
- não use fogo para limpeza de terreno e pastagens;
- após fazer o uso de fogueiras, certifique-se que elas foram bem apagadas.

Leia mais:
Incêndio em mata assusta moradores, atinge casa e mata cachorrinha em Lagoa Santa; confira vídeo
Queimadas em unidades de conservação e no entorno delas crescem em Minas
PM's entram em imóvel em chamas e salvam duas pessoas no bairro Aparecida; assista ao vídeo
Oferenda pode ser causa de incêndio em Nova Lima e fumaça assusta moradores do Alphaville; assista

Confira a galeria com fotos de todas as ocorrências: