Crianças de até 5 anos não devem mais precisar pular a catraca dos ônibus ou se arrastar por debaixo dela nos veículos em Belo Horizonte. Foi aprovado em segundo turno na sexta-feira (5), na Câmara Municipal, o projeto chamado "Catraquinha Livre", que pretende proporcionar mais segurança e agilidade no embarque com a permissão para que a criança role a roleta.

O projeto foi apresentado em 2019 pela vereadora Bella Gonçalves (PSOL) e pela ex-vereadora Cida Falabella, e aprovado em primeiro turno em março deste ano. No texto fica determinado ainda que crianças de 0 a 5 anos que não estiverem no colo devem apresentar documento de identificação com foto para comprovar a idade, ou a certidão de nascimento. Além disso, a criança deverá apresentar o cartão BHBus. 

Defensores do texto afirmam que famílias não podem mais "sofrer violência e humilhação" com os riscos de passar com uma ou mais crianças pela catraca dos ônibus. Inicialmente, o projeto foi elaborado por movimentos de mulheres, preocupadas com a situação das mães no transporte com os filhos.

O projeto agora segue para sanção do prefeito Alexandre Kalil (PSD).

Leia mais:
Provas do exame nacional deste ano terão 48% menos candidatos na capital
BH deve ter queda na temperatura ao longo da semana; confira previsão do tempo