Um jovem de 18 anos foi detido na tarde do último domingo (28) em Contagem, na Grande BH, por uso de equipamento eletrônico durante as provas do Enem. De acordo com a Polícia Militar (PM), ele estava com um ponto eletrônico que seria usado para repassar as respostas do exame de Matemática para outro candidato, morador de Alagoas.

O caso aconteceu no Colégio Tiradentes, que é da PM. O suspeito teria ido ao banheiro durante a prova quando um detector de metal acusou a presença de um material eletrônico próximo à perna dele. O fiscal responsável pediu que o candidato levantasse parte da roupa, e foi possível ver um celular preso à cintura dele com fita adesiva.

A equipe de fiscalização do exame conduziu o jovem à sala da coordenação, onde a PM confirmou que, além do celular, ele estava com um microfone com fio e pontos de escuta, que foram removidos ainda no local.

Questionado, o jovem contou que recebeu proposta para repassar as respostas de Matemática para um homem identificado apenas como Lucas. O contratante, morador de Alagoas, ofereceu R$ 5 mil caso o plano funcionasse.

Ele também contou que recebeu os equipamentos pelos Correios, e confirmou que passou a resposta de cinco questões por meio do ponto eletrônico. No primeiro fim de semana de provas, o jovem negou o uso da tecnologia.

Os responsáveis pelo local de aplicação informaram a situação para a coordenação do Enem em Minas. O órgão autorizou a apreensão da prova, folha de rascunho e caderno de respostas do suspeito. Todo o material apreendido e o jovem foram encaminhados para a Polícia Federal (PF) em Belo Horizonte. 

A reportagem do Hoje em Dia entrou em contato com a PF e o Inep, responsável pela aplicação, e aguarda respostas sobre o processo de investigação.

 

Leia mais:
Segundo dia do Enem 2021 registra pouca ocorrência policial
Governo de Minas impõe 10 anos de sigilo em trechos de acordo com a Andrade Gutierrez