Durante o segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado neste domingo (24), alunos ficaram sem energia e tiveram que fazer a prova sem iluminação e ventiladores.

enem 2020

Cinco prédios do complexo de ensino ficaram sem energia, conforme apurado pela reportagem

De acordo com estudantes que participaram do certame em uma faculdade da região Noroeste de Belo Horizonte, depois de duas horas da aplicação das questões, um barulho de explosão assustou os candidatos. Logo depois, a energia caiu. Pelo menos cinco prédios do complexo de ensino ficaram sem luz.

"Fizemos a prova no escuro. Precisei levantar a folha para enxergar", contou Thais Carolina, de 20 anos, que pretende cursar Biomedicina.

"Eu dormi por causa da escuridão", disse Geovana Carolina, de 21, estudante de Direito, que participou desta edição para incentivar o irmão a cursar o ensino superior.

Por outro lado, Paulo Thiago, também de 21 anos, afirma que a falta de energia não atrapalhou na sala em que fez prova. "Era bem iluminada e tinha boa ventilação", contou.

Relatos dos estudantes dão conta de que a energia voltou cerca de uma hora depois. 

A reportagem do Hoje em Dia tentou contato com a instituição de ensino, mas não obteve retorno até esta publicação.

Leia Mais:
Segundo domingo do Enem 2020 é marcado por novas abstenções, dizem participantes
BH tem alerta para pancadas de chuva de 20 mm com ventos em torno de 45 km/h
Cruzeiro muda escudo para fortalecimento da marca e tira a coroa do distintivo