Após comprar 2.600 cartões clonados pela internet, um casal de São Paulo foi preso no momento em que fazia uma série de transferências bancárias fraudulentas em uma agência bancária, localizada no bairro de Lourdes, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, na noite dessa terça-feira (12). Segundo os suspeitos, eles pagaram cerca de R$ 4 mil nos cartões, sendo que os locais onde eles poderiam utilizá-los foram indicados pelos vendedores. 

A Polícia Militar (PM) foi acionada por volta das 21h por uma testemunha que viu o homem e a mulher em atitude suspeita, manipulando vários caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil, que fica na esquina das ruas da Bahia e Antônio de Albuquerque. Quando os militares chegaram ao local, avistaram o homem, de 31 anos, e a mulher, de 24, com vários cartões. Eles manuseavam celulares ao mesmo tempo, provavelmente para terem acesso às senhas dos cartões bancários.  

A dupla foi abordada e, com eles, foram encontrados 70 cartões em branco, uma pequena quantia em dinheiro e dois cartões em nome da mulher presa. Também foi encontrada a chave de um veículo e, após buscas, um Citröen C3 branco foi localizado a cerca de um quarteirão da agência, na rua Levindo Lopes. Dentro do carro, divididos em três bolsas, foram encontrados outros 1.300 cartões em branco. 

No carro foi localizada também uma chave magnética de um imóvel. Questionados, os suspeitos contaram que estavam hospedados em um apartamento na mesma rua onde o carro estava. A PM foi então até o prédio, sendo que a entrada foi permitida pelo síndico e porteiro do edifício, que foram testemunhas da ação, ainda de acordo com a PM. 

No guarda roupa da casa foram encontrados então outros 1.226 cartões em branco e uma máquina de cartão de crédito. Ainda no apartamento, a polícia localizou uma sacola com diversos comprovantes de transações financeiras. 

Compra pelo Youtube

Pressionado pelos policiais para falar onde obteve os cartões clonados, o homem informou que teria comprado pela internet, usando uma rede social. Ainda conforme o suspeito, ele pagou R$ 800 por 500 cartões, sendo que, após o pagamento, foram fornecidas as senhas e os locais onde a dupla poderia efetuar as transações. 

O veículo usado por eles para vir até a capital mineira, que teria sido emprestado por um familiar do homem, acabou apreendido. De acordo com a PM, a central de monitoramento do Banco do Brasil foi procurada e informou que as câmeras de segurança flagraram toda a ação do casal, sendo que as imagens ficarão disponíveis para a investigação da Polícia Civil (PC). 

Os dois foram presos em flagrante por estelionato e encaminhados para a Delegacia de Plantão (Deplan) 2. 

Leia mais:
Homens são presos enquanto testavam cartões clonados em banco na Savassi
Casal é flagrado com 500 cartões bancários clonados dentro de agência bancária
Fraudes em cartão de crédito nas transações de celular crescem no país