Um homem e uma mulher que se passavam por policiais civis foram presos na noite desse sábado (29) no bairro Grajaú, região Oeste de Belo Horizonte, após ameaçar e intimidar moradores. Segundo a PM, o casal estava armado e chegou a dizer a um morador que estava com um mandado de busca e apreensão.

Militares foram até o local e encontraram os suspeitos em um veículo Kadet. O homem usava uma camisa da Polícia Civil e chegou a se identificar como policial. Mas em pesquisa no sistema, foi constado que ele era um servidor do quadro técnico e que, portanto, não poderia portar armas nem se comportar como agente. 

No veículo, a polícia ainda encontrou um revólver calibre 32, munição, uma réplica de arma de fogo, um colete à prova de balas e três mandados de prisão falsos. O material foi apreendido e o casal levado a uma delegacia. 

A assessoria da Polícia Civil (PCMG) informou que o homem e a mulher foram presos em flagrante por extorsão, e que no caso do homem, que faz parte do quadro técnico da PCMG, a Corregedoria da instituição será oficiada. Além disso, um inquérito policial foi aberto para investigar o caso.

Leia mais:

Operação prende advogado suspeito de aplicar golpe milionário contra empresa de plano de saúde
Radialista Bruno Azevedo pode ter movimentado até R$ 10 milhões em suposto esquema de pirâmide