Todos os Centros de Saúde de Belo Horizonte estarão abertos no próximo sábado (19) exclusivamente para vacinar crianças de seis meses a cinco anos contra o sarampo. A recomendação para pais e responsáveis é levar o cartão de vacinação da criança.

O número de casos da doença continua em crescimento no Estado. Segundo dados do boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estada da Saúde (SES) nessa terça-feira (15), em uma semana houve o aumento de 24% dos casos diagnosticados, que subiram de 41 para 51. Ainda estão sendo investigadas 368 notificações suspeitas 

Belo Horizonte é a cidade com o maior número de casos confirmados, segundo a SES, com 14 pessoas diagnosticadas e a forma mais eficaz de se proteger contra a doença é por meio da vacina.

Por causa do surto da doença no País, desde agosto as crianças de seis a 11 meses também estão sendo recebendo a dose zero. Para esta faixa etária o esquema vacinal é formado por três doses. 

SarampoOs 152 postos de BH estarão abertos no sábado para a imunização de crianas 

Na capital, conforme a Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 8 mil crianças já receberam essa dose, o que corresponde a 88% de cobertura vacinal. Entre as de um ano, já foram vacinadas cerca de 18 mil, 90,8% de cobertura. E entre a faixa etária de dois a quatro anos, cerca de 73 mil já receberam a dose da vacina, o que corresponde a 91,5%. O Ministério da Saúde define como meta de vacinação, a cobertura de 95% do público-alvo.

Para a proteção contra a doença são necessárias duas doses da vacina para pessoas até 29 anos e uma dose para quem tem de 30 a 49 anos. Para as crianças, a primeira dose é dada aos 12 meses e a segunda aos 15 meses.

A transmissão do sarampo ocorre por meio de secreções expelidas ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Os sintomas da doença são febre alta, conjuntivite, tosse e manchas vermelha no corpo. Quem apresentar alguns dos sintomas deve procurar imediatamente um serviço de saúde.

Os 152 postos vão funcionar das 8h às 17h.

Leia mais:
Mobilização contra o sarampo começa nesta segunda-feira; em Minas, cobertura vacinal está baixa
Sarampo preocupa Minas
Casos de sarampo são confirmados em mais da metade das regiões de Minas
Reforço contra o sarampo