A tempestade que atingiu Belo Horizonte no fim da tarde e noite desta terça-feira (29), somada ao grande número de carros na volta para a casa em horário de pico, deixou o trânsito ainda mais caótico em boa parte da região Central da capital. Além do Centro, as avenidas Vilarinho, em Venda Nova, e Tereza Cristina, na divisa entre BH e Contagem, que chegaram a ser interditadas, também têm o trânsito complicado na noite desta terça. 

No Centro de BH, segundo a BHTrans, o ponto mais crítico de retenção ocorre na rua Rio Grande do Norte e afeta também a avenida Afonso Pena até a praça Sete. O trânsito é intenso também na avenida Amazonas, sentido bairro, entre avenida do Contorno e Anel Rodoviário, e em outros pontos, principalmente entre a praça da Cemig, em Contagem, e o Anel Rodoviário.

Há lentidão também em trechos da avenida Afonso Pena, especialmente no sentido Mangabeiras, refletindo no tráfego da área hospitalar e na avenida Brasil, também com reflexo na avenida dos Andradas, sentido bairro. 

O trânsito é intenso ainda na avenida do Contorno com Andradas e também no encontro com a Tereza Cristina, na avenida Amazonas com Contorno, e nos entornos da praça da Liberdade e da Assembleia. Além disso, o Anel Rodoviário, altura do bairro Betânia, também tem trânsito lento. Com o acumulado de trânsito lento na região Central, o tráfego nos bairros também acaba impactado, como na avenida Tancredo Neves, no bairro Alípio de Melo, região Noroeste de BH, e também na avenida Santa Terezinha, na região da Pampulha. 

Trânsito
Avenida Tancredo Neves no bairro Alípio de Melo tem trânsito parado na noite desta terça

Na avenida Tereza Cristina, que precisou ser interditada por volta das 17h30 devido ao risco de transbordamento - o que mais tarde, de fato, aconteceu - a via foi parcialmente liberada, restando ainda a interdição de uma faixa em cada sentido. Por causa disso, o trânsito está lento no local e a recomendação é que motoristas evitem trafegar pela avenida, especialmente entre o cruzamento com a avenida Presidente Castelo Branco e o Anel Rodoviário. Já na Vilarinho, a via foi completamente liberada, contudo, o trânsito segue lento na região. 

Leia mais:

Em pouco mais de 4h, região Norte de BH recebeu quase 80% da chuva esperada para todo o mês
Chuvas na Grande BH deixam várias pessoas ilhadas em residências, incluindo bebê de 15 dias
Escola Estadual alaga no bairro Carlos Prates e alunos ficam ilhados na instituição
Confira fotos e vídeos dos estragos causados pela chuva na Grande BH