O risco de transbordamento do córrego Vilarinho levou a Defesa Civil de Belo Horizonte a fechar o tráfego na avenida Vilarinho, em Venda Nova, na tarde desta quinta-feira (23). A via ficou cerca de uma hora fechada, mas foi liberada por volta de 18h.

Venda Nova foi a segunda regional onde mais choveu nesta tarde em BH. Choveu 88,2 mm em dez horas, quase um terço do previsto para o mês inteiro. O local ficou atrás apenas da Pampulha, onde choveu 97,8 no mesmo período. O volume esperado para janeiro, segundo a média histórica, é de 329,1 mm.

Cidade em alerta

Desde a terça-feira (21), a população de Belo Horizonte está em alerta meteorológico para tempestades. O maior volume está previsto para esta sexta-feira (24), quando o volume deve ser de 100 mm em um único dia. Além da chuva, a cidade ainda tem um alerta de risco geológico em vigor, já que a sobrecarga de água da chuva no solo pode causar desmoronamentos, desabamentos, quedas e danos a estruturas.

A Prefeitura de Belo Horizonte organizou uma força-tarefa para lidar com as consequências do grande volume de chuva previsto para o fim de semana. Uma série de ações vêm sendo executadas no sentido de proteger moradores de alagamentos e acidentes geológicos.