O Corpo de Bombeiros anunciou a retomada das buscas pelos 11 corpos ainda desaparecidos após o rompimento da barragem B1, na mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Os trabalhos estavam suspensos desde 17 de março, devido às restrições da Onda Roxa no Estado. A retomada será feita seguindo todos os protocolos sanitários que visam a barrar a contaminação pelo novo coronavírus.

O foco agora é a região onde funcionava o Terminal de Carga Ferroviária da mineradora. "A operação seguirá para a fase de implementação da estratégia 8, que consiste na utilização de quatro estações de busca", diz o comunicado.

Essa não foi a primeira interrupção nas buscas em decorrência da pandemia. Em 2020, os trabalhos ficaram suspensos entre março e agosto. Segundo a corporação, 3.913 bombeiros já atuaram em Brumadinho.

Tragédia

Ao todo, 270 pessoas morreram no rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão em 25 de janeiro de 2019. Até o momento, 259 vítimas já foram encontradas.

(*) Especial para o Hoje em Dia

Leia mais:
Estado e prefeitura discutem aplicação de recursos para reparação após tragédia em Brumadinho