A Polícia Militar confirmou no início da noite desta quinta-feira (9) que o corpo do motorista Luiz Antônio da Silva Rodrigues, de 25 anos, foi encontrado no bairro Jardim Canadá, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Rodrigues estava desaparecido desde a última sexta-feira (3), quando saiu de casa para trabalhar como motorista de transportes por aplicativo e não voltou mais.

Segundo a PM, um lavrador que trabalhava em uma plantação de bambu localizou o corpo entre as plantas, já em estado avançado de decomposição. A ocorrência ainda está sendo finalizada pelos militares que atenderam ao chamado.

A Polícia Civil ainda não confirmou que já tenha sido feita a identificação do motorista, mas o corpo foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de BH, onde foi reconhecido pelos familiares sob forte comoção. Oficialmente, porém, o caso ainda é tratado como desaparecimento.

Na madrugada desta quinta, o carro de Rodrigues foi encontrado no bairro Ziláh Spósito, na região Norte de Belo Horizonte, em uma ocorrência que, segundo a PM, não está ligada ao desaparecimento.

Uber desaparecidoDesde o fim de semana, o motorista vinha sendo procurado pela Polícia Civil

O veículo estava em frente à casa de um homem suspeito de ser o chefe do tráfico de drogas no Ziláh Spósito. O paradeiro do automóvel foi dado por dois homens, de 22 e 27 anos, que foram detidos suspeitos de envolvimento com o tráfico.

Sumiço

O último contato de conhecidos do motorista com ele foi feito na manhã do último sábado (4), por telefone. Fernando Rodrigues, pai dele, diz que o jovem mandou uma mensagem à namorada, dizendo que iria desligar o celular porque estava cansado, e dormiria.

O pai tinha falado com o filho na noite de sexta (3), na última vez que foi visto. “Liguei pra ele depois daquela chuva forte para ver se estava tudo bem. Ele disse que sim e que iria trabalhar a noite toda", contou o pai. Rodrigues costumava rodar pelo aplicativo em horários noturnos.

Em nota, a Uber disse que lamenta a morte de Luiz e a violência. Confira:

"​É com enorme tristeza que a Uber recebe a notícia sobre a morte do motorista parceiro Luiz Rodrigues. É lamentável que a violência que permeia nossa sociedade tenha feito mais uma vítima e nossos sentimentos de pesar estão com os familiares e amigos de Luiz nesse momento.  Esperamos que os autores desse crime não fiquem impunes e sejam levados à Justiça o mais rapidamente possível. A empresa permanece à disposição das autoridades para apoiar as investigações, nos termos da lei."