Com um estoque de cerca de dois milhões de seringas, a Prefeitura de Belo Horizonte informou nesta sexta-feira (15) que está pronta para colocar em prática o Plano Nacional de Vacinação Contra a Covid-19. O estoque seria suficiente para atender as primeiras fases da campanha e novas entregas já estão programadas.

“Profissionais capacitados, insumos em quantidade e conforme indicações técnicas e a preocupação de disponibilizar toda a rede para facilitar o acesso e evitar aglomerações. As seringas, agulhas e demais materiais necessários já estão disponíveis, aguardando o efetivo recebimento das vacinas”, explicou o subsecretário de Promoção e Vigilância em Saúde, Fabiano Pimenta.

Para executar o plano de imunização, a prefeitura irá utilizar toda a estrutura disponível na Rede SUS-BH, como, por exemplo, as salas de vacinas dos 152 Centros de Saúde, além de parcerias com instituições públicas e filantrópicas.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, a pasta tem buscado manter as unidades de saúde abastecidas com os insumos necessários para atender as demandas decorrentes da Covid-19 no município. Desde março foi estabelecido um monitoramento diário do consumo nas unidades, acompanhado pela Secretária Municipal de Saúde, subsidiando o planejamento e as providências para aquisições dos produtos necessários.

“Fazemos um apelo para que as medidas de redução do risco de transmissão sejam mantidas: evitar aglomerações, higienização das mãos e uso de máscaras", completa Fabiano Pimenta.

Insumos Covid BH

As taxas de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermarias caíram em Belo Horizonte nesta sexta-feira (15). No entanto, o índice das UTIs segue no vermelho, ou seja, em alerta máximo, enquanto o das enfermarias regrediu ao nível amarelo.

Neste momento, 83,4% das vagas estão ocupadas nos hospitais das redes pública e privada.

Já o número médio de transmissão por infectado (Rt), por sua vez, permanece em amarelo, mas em avanço em relação ao boletim dessa quinta-feira (14), quando a taxa estava em 1,08. Hoje, está em 1,09, o que significa que, em média, 100 pacientes infectados transmitem a doença para 109 pessoas.

O boletim também mostra que 1.414 novos casos de Covid foram confirmados na capital nas últimas 24 horas. Ao todo, 75.394 pessoas já foram infectadas pelo vírus na cidade e 2.037 perderam a vida por complicações da doença.