No primeiro dia últil de mais um aumento de passagem do metrô, que passou a custar R$3,70 nesse domingo (3), centenas de pessoas lotaram a plataforma da Estação Santa Tereza, na manhã desta segunda-feira (4), por causa de uma parada não programada do trem.  O vagão lotado de passageiros teria saído da Estação Vilarinho e apresentado problemas na Santa Tereza, onde todos os passageiros desceram. A informação é de que a composição passaria por manutenção.

A estudante Júlia Campos, de 18 anos, contou que chegou cedo à estação para embarcar para a PUC Coração Eucarístico, onde teria prova cedo na Faculdade de Educação Física. "Acho que vou perder a prova. Liguei para o meu pai, falei que estava esperando há 20 minutos e não tinha previsão de saída do metrô. Então meu pai vai me levar e vou ver se chego a tempo", explicou. 

Por meio de nota, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos, em BH, informou que "registrou ocorrência de falha de tração em um dos trens acoplados que prestava serviço na manhã desta segunda-feira (4), na Estação Santa Tereza. O problema ocorreu às 7h57 e o trem avariado já foi retirado da via e recolhido ao pátio de manutenção, às 8h05. Por causa da falha apresentada, foi necessário esvaziar a composição e solicitar aos passageiros que embarcassem em outro trem, sem prejuízos à conclusão do percurso. A ocorrência registrada não implicou em nenhuma interrupção de viagem e o metrô segue cumprindo a grade habitual de intervalos previstos para o horário. Todas as 19 estações permanecem abertas à população", esclareceu.
.

Metrô
Usuários reclamaram da demora para embarcar

Aumento de passagens

O metrô de Belo Horizonte teve o quarto aumento consecutivo neste domingo (3) e a tarifa passou, então, a custar R$3,70. O reajuste obedece a um cronograma estabelecido pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

De acordo com a empresa, responsável pelo serviço na capital mineira, os aumentos representam uma recuperação tarifária. Em Belo Horizonte, onde a passagem custava R$ 1,80 até maio deste ano, não havia reajuste há 13 anos. 

Os aumentos são implementados de maneira gradual e, em março de 2020, a passagem vai chegar a R$ 4,25.   

A CBTU contabiliza 60 milhões de passageiros por ano e conforme reportagem do Hoje em Dia, os reajustes vêm contribuindo para uma queda no número de usuários. Nos primeiros sete meses deste ano, 1,2 milhão pessoas deixaram de usar o trasnsporte. se comparado ao mesmo período de 2018. 

Leia também:
Atenção! Tarifa do metrô de BH passa a custar R$ 3,70 a partir deste domingo
'Nem minha mulher sabe quem será meu vice. Eu também não', diz Kalil