Foi condenado a 13 anos de prisão em regime fechado o homem de 38 anos que matou a companheira após uma discussão por causa do volume do som da televisão. O julgamento foi realizado na manhã desta quarta-feira (6), pelo 2º Tribunal do Júri do Fórum Lafayette nesta quarta-feira (6). 

A vítima, de 42 anos, foi assassinada no Dia Internacional da Mulher, 8 de março deste ano, no bairro Goiânia, região Nordeste de Belo Horizonte. Segundo a denúncia do Ministério Público, o casal estava assistindo televisão, quando o homem começou a discutir com a companheira porque estava incomodado com o volume do aparelho. Depois disso, ele teria golpeado a mulher com uma facada no tórax. O suspeito tentou fugir, sendo contido pelos filhos da vítima. A mulher foi encaminhada para o Hospital João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos.

No julgamento, o homem assumiu o feminicídio, mas não soube explicar porque matou a companheira. Ele não terá direito de recorrer da sentença. 

homem que matou a mulher por volume da tv goiânia

O acusado não soube explicar por que matou a companheira