Na tarde do segundo dia de greve dos motoristas do transporte coletivo de Belo Horizonte, a dificuldade de acesso e locomoção dos usuários do sistema rodoviário da capital continua. A BHTrans informa que, até as 15h desta terça-feira (23), as estações do Barreiro, Venda Nova e Vilarinho continuam fechadas.

Dentre as estações que estão em funcionamento, o orgão destaca a estação São Gabriel, que funciona parcialmente, com 67% das viagens programadas. As estações São José e José Cândido são, até o momento, as únicas que operam com 80% e 100% do percentual de viagens programadas, respectivamente.  

Na estação da Pampulha, que teve o terminal bloqueado nesta manhã por manifestantes, apenas 5% das viagens foram cumpridas. O baixo índice também é registrado na estação Diamante, com execução de 4% das viagens programadas. As demais linhas operam parcialmente (52%). 

Segundo a BHTrans, no período entre 14h às 15h o percentual total na cidade chegou à 38%.

Uma nova audiência entre o sindicato dos trabalhadores e representantes das empresas de transporte  acontece nesta tarde em busca de um acordo que atenda a categoria e não comprometa o atendimento à população.

A BHTrans orienta que os usuários utilizem o metrô, serviços de aplicativo, caronas e outras medidas como alternativa à falta de ônibus circulando na capital.
 


Leia mais:
Metrô de BH terá reforço na volta para casa nesta terça, segundo dia de greve dos ônibus
Greve dos ônibus em BH segue pelo menos até a manhã de quarta-feira