Uma tradição da Sexta-Feira da Paixão em Belo Horizonte será interrompida depois de 29 anos. A distribuição de peixes, no bairro Bonfim, na região Noroeste, não acontecerá este ano por conta da pandemia do coronavírus. 

A doação do pescado é feita pelo comerciante Afonso Brade Teixeira, que é proprietário de uma peixaria do bairro. Segundo funcionários do estabelecimento, a decisão de interromper a tradição está relacionada com as orientações dos órgãos de saúde, que pedem para evitar aglomerações. 

Inclusive, há um aviso na porta da peixaria informando que não acontecerá as doações nesta sexta-feira por causa do risco de contaminação do coronavírus.  

Peixes

 

O adiamento da distribuição de pescado, no local que ficou conhecido como Praça do Peixe, frustra milhares de pessoas que se acostumaram a enfrentar uma longa fila para buscar o alimento. 

Leia também:
Sistema de saúde poderá entrar em colapso em Minas se 1% da população se infectar pela Covid-19
Empresária de Itaúna que já distribuiu 7 mil máscaras pede ajuda para continuar as doações