Já foram liberados do Instituto Médico-Legal (IML) para os familiares os corpos das três vítimas fatais do acidente com um avião ocorrido na última segunda-feira (21) no bairro Caiçara, na região Noroeste de Belo Horizonte. A previsão é que os enterros aconteçam ainda nesta terça-feira (22). 

No cemitério da cemitério da Saudade, na região Leste da capital, já é velado o pedreiro Pedro Antônio Barbosa, de 54 anos. Ele era um dos ocupantes do carro que que foi atingido pelo avião e acabou se incendiando. O seu corpo foi identificado por meio das impressões digitais, de acordo com a Polícia Civil (PC).   

Queda avião
Dos três mortos, só um estava na aeronave; os outros dois homens estavam em um carro que se incendiou

Apesar de o velório ainda não ter se iniciado até o fim da manhã desta terça, o corpo de Hugo Fonseca da Silva, de 38 anos, que era um dos passageiros da aeronave, é aguardado no Cemitério Parque Renascer, em Contagem, na Região Metropolitana de BH. Segundo um funcionário do local, o enterro está previsto para acontecer às 17h. A identificação só possível por meio de exame de arcada dentária.

Hugo, segundo a página de notícias on-line Lex Notícias, da região Centro-Oeste do Estado, seria da cidade de São Gonçalo do Pará. Piloto profissional, ele trabalhava com a compra e venda de aeronaves, sendo que o avião acidentado estaria indo para Ilhéus, na Bahia, para ser entregue para um comprador, também segundo informações do veículo local. 

Além disso, também foi liberado pelo IML, ainda de acordo com a PC, o corpo de Paulo Jorge de Almeida, de 61, que era colega de Pedro e também estava dentro do veículo que se incendiou. Porém, até o momento o Hoje em Dia não conseguiu identificar onde ele será velado. 

O acidente

A queda do avião deixou três mortos e três feridos. Antes de cair, a aeronave atingiu a rede elétrica e explodiu. Três carros foram destruídos pelas chamas. Os momentos da decolagem e da queda foram registrados por moradores do Caiçara.

O acidente aconteceu  no cruzamento das ruas Minerva com Rosinha Sigaud, próximo ao Aeroporto Carlos Prates. Os destroços ficaram espalhados na rua e uma densa fumaça escura tomou conta da região.

As três vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital de Pronto-Socorro João XIII. Os três corpos foram resgatados e encaminhados para o Instituto Médico Legal de BH.

Queda aviãoClique para ampliar a imagem

Leia mais:
Primeiro dos três feridos em acidente de avião deixa a UTI do João XXIII
Medo ronda moradores do entorno do aeroporto Carlos Prates; em 11 anos, foram oito acidentes
Confira quem são as seis vítimas de acidente com avião no Caiçara
Moradores do Caiçara farão protesto, abaixo-assinado e culto ecumênico após queda de avião