Uma criança de um ano e 11 meses de Bocaiúva, no Norte de Minas, faleceu moreu nesta terça-feira (31), em Montes Claros, na mesma região, com suspeita de estar com o novo coronavírus. Um exame foi realizado para confirmar o motivo do óbito e o resultado sairá em até 30 dias.

De acordo com a Prefeitura de Montes Claros, a vítima era portadora de distrofia muscular, mal que causa fraqueza progressiva e perda de massa muscular. A criança deu entrada em um hospital de seu município natal com insuficiência respiratória.

No entanto, diante de indícios de pneumonia, os médicos decidiram transferi-la para a cidade maior, distante 50 quilômetros de Bocaiúva. A criança foi avaliada no Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), mas não resistiu e faleceu nessa terça-feira.

Ainda segundo a administração municipal, foi coletado material biológico da vítima para a realização de exame que poderá confirmar se o caso se tratou de morte por Covid-19. A previsão é que o resultado esteja pronto em um prazo de sete a 30 dias.

Conforme boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) desta quarta-feira (1), Montes Claros e Bocaiúva não têm caso confirmado para a doença, que já matou três pessoas em Minas e mantém outras 314 pessoas com quadro confirmado para a enfermidade no Estado.

Leia mais:
Minas cria força-tarefa para combater aumento abusivo de preços na pandemia; veja como denunciar
Número de casos de covid-19 no Brasil chega a 6.836 e mortes somam 240
PBH amplia distribuição a quase 400 mil cestas para pessoas em situação de vulnerabilidade social