Desabamento de imóveis históricos em Ouro Preto será investigado pelo MPF

Bernardo Estillac
bernardo.leal@hojeemdia.com.br
13/01/2022 às 17:43.
Atualizado em 18/01/2022 às 00:53
 (Foto: Redes Sociais/ Reprodução)

(Foto: Redes Sociais/ Reprodução)

O Ministério Público Federal (MPF) abriu um procedimento administrativo para investigar as causas do desabamento de imóveis históricos em Ouro Preto, região Central de Minas, na manhã desta quinta-feira (13)

Em nota, o MPF afirma que pedirá esclarecimentos sobre os motivos que levaram ao desmoronamento e sobre a dimensão dos danos às estruturas, dentre elas o casarão construído no século XVIII que caiu.

O Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) foi notificado pelo MPF, que solicita uma análise da extensão dos danos culturais do desabamento desta quinta (13). Também foram pedidas informações sobre a existência de de outros patrimônios em situação de risco e quais medidas podem ser tomadas na defesa e preservação dessas estruturas.

Razões para o desabamento, medidas adotadas para prevenção de danos e ações para mitigar os estragos desta quinta-feira (13) foram requisitadas à Prefeitura de Ouro Preto. 

Perguntada pela reportagem, a Prefeitura de Ouro Preto afirma que a notificação do MPF ainda não chegou ao município.

O Iphan também não confirmou o recebimento das solicitações, mas, em nota, informou que o escritório técnico do órção esteve no local poucos minutos após o desastre e vem acompanhando o andamento da situação, por meio de troca constante de informações junto à prefeitura municipal e às demais entidades competentes. 

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por