A Prefeitura de Brumadinho também vai recorrer ao uso drones para identificar focos de dengue em locais de difícil acesso. A ação encabeçada pela Secretaria Municipal de Saúde, com o apoio da Vale, prevê o lançamento de larvicida nos criadouros do mosquito Aedes aegypti por meio dos aparelhos.

O objetivo é chegar a locais como calhas, telhados, lajes, imóveis vazios e terrenos baldios para diminuir a incidência de dengue e outras doenças transmitidas pelo mosquito. Ao todo, 30 bairros da cidade serão monitorados com o uso da tecnologia. 

A estratégia é utilizar os drones para identificar os focos e, após isso, as localizações são repassadas à Vigilância Epidemiológica. Após a identificação do risco e da autorização do dono do imóvel, o larvicida será acoplado aos drones para serem lançados diretamente nos focos. A substância não é tóxica. 

Leia mais:

Venda Nova recebe voos de drones para localizar focos do Aedes aegypti
Agência da ONU usará drones para erradicar insetos que causam doenças
BH registra 26 mortes por dengue em 2019; mais de 109 mil casos foram confirmados