Duas macrorregiões regridem para serviços essenciais no Minas Consciente; confira o panorama

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
18/11/2020 às 19:44.
Atualizado em 27/10/2021 às 05:05
 (reprodução/governo de minas)

(reprodução/governo de minas)

Quatro macrorregiões de Saúde mineiras vão regredir para fases mais restritivas do Minas Consciente, plano do Governo de Minas para garantir a retomada gradual e segura da economia nos municípios. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (18) pelo Comitê Extraordinário Covid-19 após um aumento de 11% da incidência da Covid-19 nos últimos 14 dias no estado.

Até esta quarta, https://www.hojeemdia.com.br/horizontes/com-2-3-mil-confirma%C3%A7%C3%B5es-nas-%C3%BAltimas-24h-minas-ultrapassa-387-mil-casos-de-covid-1.812488, com 9.605 mortes. Foram 2.324 casos a mais e 74 registros novos de mortes nas últimas 24 horas.

Com a decisão, as regiões http://www.agenciaminas.mg.gov.br/ckeditor_assets/attachments/9540/06_-_regional_nordeste.pdf ehttp://www.agenciaminas.mg.gov.br/ckeditor_assets/attachments/8139/04_-_regional_leste.pdf passam para a onda vermelha – onde apenas os serviços essenciais, como supermercados e farmácias, estão autorizados a funcionar. Já as regiõeshttp://www.agenciaminas.mg.gov.br/ckeditor_assets/attachments/8140/05_-_regional_leste_do_sul.pdf e http://www.agenciaminas.mg.gov.br/ckeditor_assets/attachments/8145/10_-_regional_sudeste.pdf retornam para a onda amarela, que permite a abertura de serviços não essenciais com menor risco de contágio, como lojas de roupas e salões de beleza.

A região dohttp://www.agenciaminas.mg.gov.br/ckeditor_assets/attachments/8149/14_-_regional_vale_do_aco.pdf permanece na onda amarela, enquanto as demais nove regiões (Triângulo do Norte, Triângulo do Sul, Sul, Oeste, Centro, Noroeste, Norte, Jequitinhonha e Centro-Sul) ficam na onda verde, fase que possibilita a abertura de serviços não essenciais com alto risco de contágio, como cinemas e bares com música ao vivo.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, a medida se justifica por causa da piora nos índices de transmissão, incidência e ocupação dos leitos em algumas localidades. “É fundamental que os mineiros participem das ações de controle, com o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social”, explicou.

Até o momento, 657 cidades mineiras aderiram ao plano Minas Consciente, impactando 13,4 milhões de pessoas. Neste contexto, 534 cidades do estado com menos de 30 mil habitantes registraram incidência da Covid-19 abaixo de 50 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por