Pais de alunos de escolas municipais de Belo Horizonte devem receber, em breve, um comunicado informando sobre a ampliação das aulas presenciais na cidade. Os responsáveis devem assinar novo Termo de Adesão, na própria intituição onde o filho está matriculado.

A novidade segue o decreto da prefeitura publicado no último sábado (21) e que estabelece nova distância segura entre os estudantes em sala de aula, passando de 2 metros para 1. As regras valem para colégios públicos e privados, dos níveis infantil, fundamental e médio, localizados na capital.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Smed), o protocolo de prevenção à Covid-19 continua o mesmo com relação ao isolamento e manutenção das rotinas de sanitização de ambientes, higienização das mãos e entradas escalonadas.

"O que muda é a quantidade de crianças que poderão integrar a mesma bolha, já que o distanciamento obrigatório entre elas diminuiu. Portanto, há mudança, não de rotinas de segurança, mas da possibilidade de termos mais crianças na mesma sala", diz em nota.

A Smed ainda cita que, neste primeiro momento, a Secretaria Municipal de Educação ampliará os dias de atendimento aos alunos que já permaneciam no ensino presencial. Nas próximas semanas, será feita uma nova pesquisa de intenção da volta presencial para consolidar o número de estudantes.

Leia mais:
Começa nesta segunda matrícula para pré-selecionados na lista de espera do ProUni
'O prefeito achou que daria certo e errou', diz Kalil sobre volta da torcida aos estádios de BH