O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, esteve em Belo Horizonte, nesta sexta-feira (6), para participar do lançamento do projeto "Mover-Se na Web - Articulação Pró-Brumadinho", na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A iniciativa é voltada aos estudantes de graduação e pós-graduação, associados ou não a startups tecnológicas, e propõe utilizar tecnologias Web como instrumento viabilizador de soluções. 

No encontro, o ministro destacou a importância da ciência e da tecnologia para a vida das pessoas. "Vocês têm a capacidade de mudar o futuro. Vocês têm, através do conhecimento e do trabalho, o poder de mudar a vida das pessoas.  E isso é uma responsabilidade muito grande, o de usar esse conhecimento", disse o ministro aos estudantes.

Ele ainda falou sobre um estudo que solicitou para a implantação de um sistema de monitoramento de barragens no país, o que poderia evitar tragédias como a de Brumadinho e Mariana. "É um projeto relativamente caro e, assim que eu tiver pronto, dou mais detalhes", revelou.

O Movimento Empreendedorismo na Web (Mover-se na Web) é derivado do Programa Mover - Movimento Empreendedor Revolucionário, programa idealizado e coordenado pelo MCTIC, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Setec).

Leia mais:
Mais uma vítima da tragédia em Brumadinho é identificada por DNA; 13 ainda estão desaparecidos
Ação do MP tenta barrar licenciamento de mineradora chinesa para megabarragens no Norte de Minas
Moradores de Brumadinho protestam contra restrição do auxílio emergencial