Pelo menos 12 pessoas já morreram em Betim vítimas do novo coronavírus, segundo novo balanço divulgado nesta quarta-feira (3). Os novos números representam o dobro de mortes que havia registrado na última quinta-feira (28). A prefeitura da cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte confirmou nesta quarta mais dois óbitos, de uma mulher de 50 anos e de um homem de 67. Até o momento, 136 casos foram confirmados no município, sendo que 53 pessoas já se recuperaram.

Para conter a propagação do novo coronavírus, a Prefeitura de Betim recuou na flexibilização do comércio e decidiu voltar a fechar shoppings e academias de ginástica. O decreto foi publicado nesta quarta.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a ocorrência das mortes é multicausal (como idade, presença de comorbidades e o tempo de internação) e não pode ser atribuída ao aumento da taxa de transmissão. “O percentual de crescimento dos casos confirmados é estável e dentro do esperado. Além disso, houve um aumento do número de testes aplicados, uma vez que as farmácias e laboratórios privados estão oferecendo testes rápidos, o que reflete no aumento de notificações”, informou a secretaria.

Neste momento, a taxa de ocupação de leitos para pacientes com Covid-19 é de 67% no Centro Materno-Infantil e 8% no hospital de campanha. Esses espaços recebem também pacientes de outras 12 cidades.

O município também verificou que as áreas onde há mais casos de síndrome gripal estão nas regiões dos bairros Teresópolis e Alterosas. Com isso, houve um trabalho de engajamento social e conscientização sobre os cuidados de prevenção nessas regiões.

Leia mais:
Polícia desarticula quadrilha que extorquia comerciantes de Betim; líder atuava de dentro da prisão