As forças de segurança de Minas Gerais, em conjunto com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), iniciaram, no início da manhã desta quinta-feira (28), em Belo Horizonte, a distribuição da segunda remessa de vacinas contra a Covid-19, composta por 356 mil doses dos imunizantes da AstraZeneca e CoronaVac.

Na primeira remessa, Minas recebeu 561 mil vacinas (CoronaVac).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os imunizantes estavam armazenados na Central Estadual de Rede de Frio do Estado, instalada em BH. Os itens, ainda segundo a corporação, ficaram guardados em condições ideais de temperatura.

De lá, foram transportados para o Aeroporto da Pampulha, de onde serão levados para as 28 Unidades Regionais de Saúde (URS) mineiras. "Após a chegada na URS, os gerentes serão responsáveis pelo agendamento para que os municípios retirem as doses", explicou o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), no Instagram.

Além dos Bombeiros, participam da força-tarefa para a distribuição às regionais a Polícia Militar, a Defesa Civil Estadual, a Polícia Civil, além de equipes do governo de Minas.

Primeira remessa

A primeira remessa de vacinação em Minas teve início em 18 de janeiro, data em que as primeiras 561 mil doses de CoronaVac chegaram.

Até esta quinta-feira (28), de acordo com dados do disponibilizados pelo governo de Minas no "vacinômetro" (veja aqui), 136.897 pessoas já foram imunizadas contra a Covid. Desse total, 8.746 são idosos; 748 pessoas com deficiência; 2.444 pessoas de população indígena.

Leia mais:
Defesa Civil emite alerta de baixa umidade do ar em BH até domingo; veja previsão do tempo
Trio de adolescentes é apreendido após roubo a carro de app em Contagem
Kalil se reúne com comitê nesta quinta para decidir sobre reabertura do comércio em BH