Estragos provocados pelas chuvas estão sendo levantados; Minas vive 'cenário de guerra', diz Zema

Marina Proton
mproton@hojeemdia.com.br
10/01/2022 às 13:56.
Atualizado em 18/01/2022 às 00:51
 (Renato Fonseca)

(Renato Fonseca)

Mortes, desabrigados, desabamentos, inundações e rodovias bloqueadas devido às fortes chuvas marcaram o trágico fim de semana em Minas. Ao todo, 145 cidades estão em situação de emergência. O Estado vive um “cenário de guerra", segundo o governador Romeu Zema.

Nesta segunda-feira (10), a situação de municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte foi debatida durante reunião entre Zema e prefeitos. Segundo o chefe do Executivo, os danos provocados ainda estão sendo levantados. A prioridade é socorrer desabrigados e desalojados.

O Estado está fornecendo cestas básicas e kits de limpeza e higiene para as famílias. O governo irá receber R$ 47 milhões da União.   

“Estamos acompanhando esse cenário de guerra que está acontecendo em Minas. A Defesa Civil e as prefeituras estão trabalhando para que essas pessoas sejam atendidas imediatamente e ninguém fique sem alimentação ou sem acesso ao que é básico”, avaliou, em entrevista à TV Globo. 

Conforme Zema, os trabalhos necessários para recuperar ruas, avenidas e pontes estão em andamento. "Em algumas regiões já é possível levantarmos esses danos porque as águas já baixaram, em outras, como na Grande BH, ainda não é possível”, afirmou. 

Nossa prioridade, além do atendimento humanitário, é também liberar as vias públicas, as estradas, que sofrem com deslizamentos e uma série de problemas devido ao elevado número de ocorrências. Por isso, fica a recomendação para que todos evitem viagens até que o tempo melhore”, disse Zema
Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por