Mais de 17 mil pessoas foram diretamente atingidas pelos temporais em Minas Gerais. Desde o início do período chuvoso, em outubro do ano passado, até a manhã desta segunda-feira (10), 3.409 mineiros ficaram desabrigados. Nas últimas 24 horas, segundo balanço atualizado pela Defesa Civil, mais 35 foram atingidos. 

Ainda de acordo com o levantamento, no caso dos desalojados, quando os moradores são impedidos de ficar em casa de forma temporária, o dado já aponta para 13.734 mineiros, 11 a mais em relação ao último balanço, divulgado nesse domingo (9). 

Até o momento, nove pessoas morreram em decorrência das chuvas no Estado. Segundo o órgão, os dez óbitos decorrentes da tragédia em Capitólio não serão computados até o encerramento das investigações.

Estragos 

Em Minas, a chuva vem castigando cidades de diversas regiões. Na Grande BH, municípios foram duramente atingidos, como Santa Luzia, onde ruas e avenidas ficaram debaixo d'água. As fortes tempestades, que provocaram a pior enchente da história do local, também interditaram vias e pontes. 

Em Betim, a prefeitura decretou "situação anormal de emergência" em decorrência das tempestades. As atividades não essenciais foram suspensas no município até às 23h59 de terça-feira (11).