Expositores da Feira Hippie de BH vão lançar, a partir do próximo domingo, uma campanha para que cada um dos 1,8 mil comerciantes locais e todos os clientes respeitem o uso de máscaras e o distanciamento social durante as compras. Para evitar a contaminação pela Covid-19, a ideia é distribuir panfletos com informações sobre o risco de infecção pela Covid-19 e álcool em gel para o máximo de barracas possível. 

O feirante Marcelo Braga, ex-integrante da Comissão Paritária da Feira Hippie de BH, contou que a campanha preventiva foi definida nesta-segunda-feira (23). No domingo (22), fiscais da PBH flagraram aglomerações e desrespeito ao uso de máscara no espaço. 

Multas
Em razão disso, a prefeitura admitiu a possibilidade de aplicar multas a comerciantes e até a frequentadores. “Caso a situação persista, todos os mecanismos possíveis para o cumprimento dos protocolos, como advertência, multa e cassação da licença não estão descartados”, afirmou a PBH em nota.
Antes de adotar ações mais drásticas, no entanto, a PBH avisa que usará medidas educativas, para tentar conter o agrupamento de gente na feira.

Compras de Natal
A administração municipal divulgou que sua maior preocupação é com a aproximação do mês de dezembro, período em que a Feira Hippie tende a atrair mais pessoas, em busca das compras de Natal. “É fundamental que a população se programe para as compras, não permaneça muito tempo nos locais como feiras e shoppings, evite aglomerações e siga as orientações dos protocolos sanitários. E, especialmente, use sempre máscaras”, reforça a prefeitura.

Para Marcelo Braga, esse é um risco que existe, de ocorrerem aglomeração na Feira Hippie em função das compras de Natal, mas que pode ser evitado, com a campanha dos expositores e com fiscalização. 

Braga considera que o novo layout da feira, planejado para que as barracas dos 1,8 mil comerciantes locais ficassem mais distantes umas das outras, acabou beneficiando a clientela, que tem mais conforto ao fazer suas compras. No entanto, avalia ainda, é preciso que a manutenção desse layout seja fiscalizada pela PBH.

Leia também:

Zema diz temer segunda onda de Covid e afirma que Minas já está preparada para distribuir a vacina

Presidente da ALMG, Agostinho Patrus é diagnosticado com Covid-19

Ministério da Saúde lança campanha de combate ao Aedes aegypti