O sonho de fazer um curso superior não precisa ser barrado pela pandemia de Covid-19. Em Belo Horizonte, faculdades têm conseguido oferecer ensino a distância com alto nível de satisfação dos alunos, como mostrou o Hoje em Dia. Um dos facilitadores para o acesso à qualificação é o Fies, financiamento público com inscrições abertas até esta sexta-feira (31) neste link.

Nas faculdades Kennedy e Promove, o candidato tem à disposição 2.132 vagas, em mais de 50 cursos, como Administração; Direito; Enfermagem; Logística; Odontologia; Engenharias Civil, de Minas e de Produção; Gastronomia; entre outros, que podem ser totalmente financiados pelo modelo de auxílio do governo federal.

As instituições, que são reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e parceiras do Google for Education, oferecem diversas facilidades. Entre elas, estão mensalidades a partir de R$ 135, bolsas de estudo de até 75% em todos os cursos (até o fim dos mesmos) e financiamento próprio, caso o estudante não queira ou não se enquadre no Fies a tempo. 

De acordo com o coordenador financeiro das faculdades Kennedy e Promove, Rodrigo Mello, o Fies é um dos meios ideais de acesso à faculdade para alunos que precisam de um apoio no pagamento das mensalidades. 

"O aluno poderá ter até 100% do curso financiado e terá o benefício de começar a pagar só após o período de carência, após a formatura. Para quem tem baixa renda, ou quem está começando a trajetória de trabalho, é muito interessante", explicou.

Inscrições para o Fies

De acordo com o MEC, as inscrições para acesso ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) no segundo semestre terminam nesta sexta-feira (31) e devem ser feitas no site oficial (clique aqui).

O resultado da seleção será divulgado na próxima terça-feira (4), momento em que se iniciará, até o dia 6, o prazo para complementação da inscrição para os pré-selecionados. Quem não for pré-selecionado na chamada única do Fies ainda pode disputar uma vaga por meio da lista de espera.

"Diferentemente dos processos seletivos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade Para Todos (Prouni), para participar da lista de espera do Fies não é necessário manifestar interesse. Todos os não pré-selecionados na chamada única serão, automaticamente, incluídos na lista de espera", informou o MEC. 

É preciso ficar atento: o prazo de convocação por meio da lista de espera começa na terça-feira (4) e vai até às 23h59 de 31 de agosto.

Requisitos

Pode se inscrever na seleção do Fies o candidato que tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e que tenha alcançado média das notas nas provas igual ou superior a 450 pontos.

Além disso, o interessado não pode ter zerado a redação e deve ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.

Programa

O Fies é um programa do MEC que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos em instituições particulares que participam do programa. Segundo o MEC, o modelo de financiamento oferece a partir de juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato.

* Com Agência Brasil