É falsa a informação de que o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, teria discutido com um cidadão enquanto almoçava em um restaurante da cidade vizinha de Nova Lima. Na verdade, o vídeo que circula pelas redes sociais foi gravado em julho de 2018 em um estabelecimento do bairro de Lourdes, na capital mineira.

Em grupos de WhatsApp circula a mensagem “o prefeito que fechou os bares e restaurantes de BH e foi almoçar na cidade vizinha de Nova Lima. Cidadão lesado pela medida foi ter uma conversa!”

O vídeo já havia viralizado em 2018. Kalil almoçava em um restaurante da capital mineira, quando foi interpelado pelo então candidato e agora deputado estadual Bartô (Novo). A discussão foi sobre o fretamento de um jatinho para uma viagem a Brasília.

A viagem havia sido feita pelo procurador-geral de Belo Horizonte, para uma reunião com ministros do Supremo Tribunal Federal sobre verbas não repassadas pelo governo estadual. Na época, Kalil assumiu para si a responsabilidade do fretamento. Após a reunião na capital da República, o município recebeu R$ 180 milhões dos recursos atrasados.

Procurada pela reportagem, a prefeitura confirmou que a informação que circula pelas redes não procede. “O vídeo é antigo. O prefeito Alexandre Kalil está totalmente focado no combate à pandemia”, afirmou a administração municipal.

Leia mais:
Kalil anuncia novidades sobre o combate à Covid nesta terça
Taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid em BH cai para 83%