A possibilidade de chuvas intensas e com volume de 100 milímetros na sexta-feira (24), em Belo Horizonte, e de 250 milímetros entre esta quinta e sábado (25), na Grande BH, tem alarmado a população e fez com que a prefeitura anunciasse que vai executar um plano emergencial para o período.

Para estabalecer as áreas de atuação, foram definidos 11 pontos críticos na cidade, onde serão distribuídos caminhões, carregadeiras, escavadeiras, retroescavadeiras, tratores, caminhões prancha e hidrojatos.

Essas áreas de preocupação estão espalhadas por todas as regiões da cidade. Um dos principais deles é Venda Nova, na avenida Vilarinho, mais precisamente no entrocamento com a rua Doutor Álvaro Camargos, nas proximidades do Shopping Estação.

A avenida Teresa Cristina, devastada pelo último temporal, teve o asfalto arrancado. As cheias invadiram imóveis nas imediações, deixando um rastro de destruição e muita sujeira. Será outro ponto no radar da força-tarefa.

Confira abaixo os 11 pontos críticos na capital:

Arsenal à espera da chuva; PBH põe em prática plano de guerra contra temporal

Conforme a PBH, o plano de emergência prevê 488 garis distribuídos em 61 equipes, cada uma com o apoio de um caminhão basculante, três pás carregadeiras, cinco caminhões e um caminhão-pipa. Nove grupos farão podas e supressões de árvores à noite em toda a cidade. 

Leia também:
Moradores de BH articulam rota de escape para se protegerem
Prefeitura de BH anuncia plano emergencial para enfrentar chuvas previstas em 250 mm até sábado
Previsão de chuvas para a Grande BH é de 250mm até sábado
Avenida Teresa Cristina deve ser evitada durante a chuva; veja outras recomendações