Cidades mineiras atingidas pelas fortes chuvas estão com o abastecimento de água interrompido nesta segunda-feira (10). Segundo informou a Copasa, os temporais já afetam o fornecimento na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Triângulo, Centro-Oeste, Leste, Sul e Zona da Mata do Estado. 

Em diversas cidades, a previsão é de que o abastecimento seja restabelecido, de forma gradual, entre a noite desta segunda e o decorrer de quarta-feira (12).  

Diante do cenário, a Companhia de Saneamento reforça a necessidade de uso racional de água, sendo importante “em qualquer estação do ano e, mais ainda, quando ocorre algum tipo de interrupção de abastecimento”. 

Veja as cidades atendidas pela Copasa que foram atingidas:

  • Dom Silvério, na Zona da Mata - abastecimento deve restabelecido no decorrer da noite de terça-feira;
  • Distrito de Marilândia, em Itapecerica, no Centro-Oeste - abastecimento deve restabelecido no decorrer de quarta-feira;
  • Pedra do Indaiá, no Centro-Oeste - abastecimento deve restabelecido no fim da noite desta segunda;
  • Presidente Olegário, no Triângulo Mineiro - abastecimento deve restabelecido no fim da tarde de terça; 
  • Distrito de Areado, em Patos de Minas, no Triângulo Mineiro - abastecimento deve restabelecido no fim da tarde de terça
  • Mateus Leme, Região Metropolitana de BH -  abastecimento deve restabelecido no decorrer da noite de hoje
  • Imbé de Minas, no Vale do Rio Doce - abastecimento deve restabelecido no decorrer da noite de terça-feira

Belo Horizonte

Na capital mineira, o desabastecimento em dois bairros ocorre devido a um vazamento na rede adutora de água. Por conta das fortes chuvas, técnicos da Copasa aguardam a estabilidade do terreno para que a manutenção seja concluída. 

A previsão é que o abastecimento nos bairros Conjunto Paulo VI e Paulo VI seja retomado e normalizado, gradativamente, ao longo da tarde de hoje.

Pará de Minas

Em Pará de Minas, no Centro-Oeste, conforme informou a prefeitura, o abastecimento poderá ser prejudicado por conta das fortes chuvas. Por isso, a concessionária responsável pelo serviço na cidade pede que a população use a água de forma consciente até que a situação seja normalizada. 

João Monlevade

Na cidade da região Central do Estado, o fornecimento também está prejudicado. Por lá, de acordo com o Departamento Municipal de Águas e Esgotos (DAE), o nível do rio Santa Bárbara segue elevado e impossibilita o abastecimento normal de água. 

Leia mais:
Imagens aéreas mostram estragos provocados pela pior enchente da história de Santa Luzia
Risco de colapso: barragem da usina do Carioca transborda pelas laterais e tem infiltrações na base
Chuva continua e BH pode ter tempestades de até 70 mm nesta segunda; veja previsão