Gato encontrado morto em parque de BH testa positivo para raiva; caso é o 1º em felinos em 36 anos

Lucas Sanches
@sanches_07
31/12/2021 às 15:41.
Atualizado em 04/01/2022 às 00:16
 (Pixabay)

(Pixabay)

A Prefeitura de Belo Horizonte confirmou que o gato encontrado morto próximo a um parque na região da Pampulha e que tinha suspeita de raiva testou positivo para a doença. A capital não registrava casos em felinos desde 1985. O teste com o diagnóstico foi divulgado nesta sexta-feira (31).

Desde o dia 15 de dezembro, o Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado, no bairro Itapuã, está interditado em decorrência da suspeita. O gato foi encontrado nas redondezas do local e, por isso, a prefeitura considerou a medida como preventiva. 

Belo Horizonte não registra raiva em cães desde 1989 e, em humanos, desde 1984. A doença é transmitida às pessoas pela saliva e secreções de um animal infectado, incluindo a mordida, arranhaduras e lambeduras. Os mais atingidos são cães e gatos, mas morcegos, raposas, gatos do mato, saguis, gambás, bois e cavalos também são transmissores.

Em 2021, foram identificados 24 morcegos com a doença, o que levou ao fechamento do Parque Municipal da capital em mais de uma oportunidade. A doença se apresenta como uma infecção no cérebro, e é fatal em quase 100% dos casos. 

Reforço na vacinação

Em decorrência da suspeita, que agora foi confirmada pela prefeitura, os pontos de vacinação foram ampliados em BH. Além do Centro de Controle de Zoonoses, na rua Edna Quintel, 173, bairro São Bernardo, a vacina é aplicada nos seguintes endereços:

Barreiro: Centro de Esterilização de Cães e Gatos Barreiro (CECG-B) - Avenida Antônio Praça Piedade, 68 - Bonsucesso - 7h às 16h
Leste: Centro de Esterilização de Cães e Gatos Leste (CECG-L) - Rua Antônio Olinto, 969 - Esplanada - 7h às 16h
Noroeste: Centro de Esterilização de Cães e Gatos Noroeste (CECG-NO) - Rua Antônio Peixoto Guimarães, 33 - Caiçara - 7h às 16h
Oeste: Centro de Esterilização de Cães e Gatos Oeste (CECG-O) - Rua Alexandre Siqueira, 375 - Salgado Filho - 7h às 16h
Pampulha: Avenida Professor Magalhães Penido, 770 – São Luiz - 8h30 às 16h30

Precisam ser vacinados cães e gatos a partir de 3 meses de idade. A PBH recomenda que os cães sejam conduzidos por adultos na corrente ou guia, e os gatos em gaiolas ou transportadores.

Suspeita

Ainda de acordo com a prefeitura, em caso de identificação de um animal com comportamento anormal, a população não deve tocar ou tentar remover e é necessário acionar imediatamente os serviços de zoonoses da capital, para que uma equipe seja enviada ao local para fazer o recolhimento de forma adequada. 

Os principais sintomas da doença incluem alterações de comportamento – confusão mental, desorientação, agressividade, alucinações; mal-estar geral; aumento de temperatura e salivação excessiva.

Os telefones de contato da prefeitura são 3277-7411/3277-7413/ 3277-7414 ou ainda pelo 156.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por