Golpe no WhatsApp: beneficiários de seguros do Ipsemg são alvo de criminosos

Raquel Gontijo
raquel.maria@hojeemdia.com.br
27/01/2022 às 14:56.
Atualizado em 30/01/2022 às 01:07
 (Reprodução / Redes Sociais Ipsemg )

(Reprodução / Redes Sociais Ipsemg )

Beneficiários de seguros do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg) estão sendo vítimas de golpes no aplicativo Whatsapp. Pessoas que se passam por funcionários do instituto enviam mensagens aos assegurados, se mostram bem informados, citando inclusive informações pessoais das vítimas.

Em nota divulgada nesta quarta-feira (26), o Ipsemg explicou que os criminosos pedem ao beneficiário que entre em contato com um determinado número de telefone, para tratar de seguro, que estaria deferido.

O instituto esclareceu que "não entra em contato com os beneficiários através do WhatsApp para tratar de assuntos referentes a benefícios de seguros e não solicita a nenhum beneficiário que entre em contato por meio telefônico. Os benefícios são pagos apenas em contas bancárias do beneficiário".

Ainda de acordo com a nota, o Ipsemg possui formas de comunicação oficiais em seus canais de relacionamento. O contato com a instituição deve ser feito pelo telefone 155 ou presencialmente nas unidades regionais.

O beneficiário também pode buscar informações de forma prática e rápida por meio do aplicativo do Ipsemg.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) já foi informada e instaurou um inquérito policial para investigar os possíveis envolvidos no fato.

O Ipsemg orienta que, se o beneficiário receber algum contato solicitando qualquer tipo de pagamento ou depósito, registre boletim de ocorrência policial.

Não caia em golpe! O IPSEMG não entra em contato com os beneficiários através do Whatsapp, para tratar de assuntos referentes a benefícios de seguros. pic.twitter.com/dzmMQJQLDS— Ipsemg (@ipsemgonline) January 26, 2022
Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por