A reformulação do Minas Consciente, programa estadual de orientação aos municípios para a retomada segura das atividades econômicas, foi finalizada. As mudanças serão anunciadas nesta quarta-feira (29), às 16h30, em transmissão ao vivo nas redes sociais pelo governador de Minas, Romeu Zema (Novo).

Entre as mudanças que podem ser anunciadas estão a alteração na divisão dos municípios, que atualmente são separados por 14 macrorregiões de saúde. Há ainda a possibilidade de reabertura das feiras livres, fechadas desde o início da pandemia de Covid-19. 

Na semana passada, o Minas Consciente foi alvo de uma consulta pública. Na ocasião, o governo de Minas informou que o objetivo do chamamento foi atualizar o plano.

"A consulta pública vai nos permitir trazer uma nova versão [do Minas Consciente], que nós entendemos que será mais qualificada e mais duradoura, uma vez que a pandemia deve estar entre nós por um bom tempo", declarou o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral.

Minas Consciente

O Minas Consciente utiliza os dados epidemiológicos de combate à Covid-19 para determinar quais estabelecimentos podem funcionar em cada uma das macrorregiões de saúde do Estado. A adesão dos municípios ao programa é espontânea. 

No entanto, no início do mês, uma liminar da Justiça mineira, a pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), determinou que as prefeituras que não aderiram ao plano cumpram normas de distanciamento social. Duas semanas depois, a Justiça reafirmou que as cidades mineiras não podem flexibilizar comércio sem autorização do Estado.