Por causa do aumento de casos de coronavírus, a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) abriu chamamento público emergencial para selecionar 13 médicos infectologistas, 22 técnicos de enfermagem e 14 enfermeiros para o Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte. A unidade é referência no tratamento de doenças infectocontagiosas.
 
De acordo com o último balanço da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES), dois casos foram confirmados e outros 289 são investigados. Conforme a pasta, a segunda pessoa com caso positivo para a doença esteve em Israel entre os dias 20 e 29 de fevereiro. No mesmo dia em que retornou ao Brasil, começaram os sintomas de tosse e febre, com evolução para dor de garganta.

Ainda segundo a SES, a paciente não foi internada e está em isolamento domiciliar. Com sintomas iniciados no dia 29, ela procurou a rede de saúde, que realizou a coleta de material biológico no dia 4 deste mês. O sangue foi enviado para a Fundação Ezequiel Dias (Funed), que o recebeu na última sexta-feira (6) e entregou o exame conclusivo nesta quinta.