O governo estadual e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) anunciaram nesta quinta-feira (14) a ampliação do orçamento do Edital de Municípios 2021 para R$ 410 milhões. Os recursos serão destinados a investimentos em infraestrutura e melhorias urbanas, com destaque para projetos de sustentabilidade, saneamento básico e aquisição de máquinas no Estado.

Segundo o governo, este valor é 37% superior aos R$ 300 milhões anunciados em abril, quando o edital foi lançado. Os projetos financiados são referentes à 280 municípios mineiros, que tiveram suas propostas habilitadas, com leis aprovadas pelas respectivas câmaras municipais. Até o momento, o BDMG já emitiu R$ 239 milhões em contratos para 179 prefeituras. A previsão é que todos estejam assinados em novembro.

Sustentabilidade 

De acordo com a gestão estadual, nesta edição, cerca de 41% dos recursos a serem distribuídos pelo BDMG são refentes às linhas de crédito para a categoria “Urbaniza”, que financia obras de infraestrutura nos municípios, como implantação e adequação de intervenções urbanas, ciclovias, praças, sinalização, entre outros.

Novidade neste ano, a categoria “Cidades Sustentáveis” também é destaque, com a fatia de 34% dos recursos. O governo explica que esta linha financia, por exemplo, reformas e ampliações de prédios públicos, e viabiliza ainda “iniciativas com apelo à sustentabilidade e modernização, como instalação de lâmpadas de LED na iluminação pública; geração de energia renovável e investimentos em sistemas de monitoramento por câmeras e roteamento de internet em espaços públicos”. Dentre os outros recursos, 19% referem-se à linha “Máquinas” e 6% a “Saneamento”. 

Para o Governo de Minas, o Edital de Municípios do BDMG vem se consolidando como uma das principais ferramentas de auxílio aos municípios para fazer “intervenções necessárias sem comprometer o caixa da administração”. Desde 2012, quando foi adotado este modelo de edital, o BDMG já destinou cerca de R$ 1,2 bilhão para as cidades mineiras.

Leia também:
Câmara federal aprova valor fixo para cobrança do ICMS para combustíveis
Corte no orçamento do Ministério da Ciência pode ameaçar construção do Centro de Vacinas em BH
Trabalhadores nascidos em agosto podem sacar auxílio emergencial