Em documento divulgado na última sexta (31), o Governo de Minas manteve a suspensão do recadastramento de servidores inativos e pensionistas especiais.

Segundo a Secretaria de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag), o recadastramento anual obrigatório seria retomado em janeiro de 2022, mas a situação de emergência de saúde pública causada pela Covid-19 levou à publicação da Deliberação 197, que manteve a suspensão.

Agora, servidores inativos, em afastamento preliminar à aposentadoria e pensionistas especiais, que deviam ter feito o recadastramento em março de 2020, continuam isentos até que seja publicada uma nova regra.

Em caso de dúvidas, basta acessar o Portal do Servidor ou o RH Responde do governo do Estado.

(*) Com Agência Minas.

Leia mais:

Três casos de Flurona são confirmados no Sul de Minas
Estado tenta contratação de pediatras para atuar em BH e no Alto Paranaíba