Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, começou a testar as gestantes da cidade para a Covid-19, segundo as diretrizes do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). 

A testagem pela metodologia RT-qPCR, com coleta de secreção naso/orofaringe (swab), ocorre em grávidas entre a 37ª e 38ª semanas de gestação. O exame é solicitado pelas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), durante a consulta de pré-natal. Atualmente, a rede tem cerca de 1.550 gestantes cadastradas.

De acordo com a responsável técnica em Saúde da Mulher do município, Elizângela Souza, a coleta do material está sendo feita em dez unidades. "O rastreamento da Covid-19 está indicado a todas gestantes, mesmo as que já contraíram o coronavírus antes ou durante a gravidez. Além disso, as que necessitarem de internação por indicações obstétricas, de tratamento clínico ou que, por algum motivo, não realizaram a coleta do exame no período indicado para rastreamento serão submetidas à testagem na maternidade", explicou.

A especialista recomenda ainda que a paciente grávida, em qualquer período de gestação, que apresentar sintomas leves de gripe deve se dirigir à UBS de referência para avaliação do quadro e encaminhamento para a testagem, se necessário.

A cidade tem 25.153 casos confirmados da doença e 971 mortes. Já a ocupação de leitos de terapia intensiva é de 71% e a de leitos clínicos, 45%.

Leia Mais:
CPI dos Fura-Filas: ex-secretário afirma que vacinação seguiu orientações do Ministério da Saúde
Kalil chama Ministério da Saúde de 'irresponsável' por falta de 2ª dose da vacina em BH
Pandemia leva à retração de 6,7% na atividade econômica, diz Firjan