Um homem morreu ao pular no ribeirão Arrudas, na altura do bairro Santa Efigênia, região Leste de Belo Horizonte. O incidente aconteceu na noite de sexta-feira (11). O rapaz chegou a ser resgatado pelos bombeiros, mas já estava sem vida.

Segundo a Polícia Militar (PM), a queda aconteceu nos arredores da região hospitalar. Testemunhas disseram que dois homens que estavam em um carro foram em direção de um terceiro. Para tentar fugir da dupla, ele teria pulado no rio.

Policiais militares e bombeiros foram acionados para fazer o resgate. No início dos procedimentos, o homem ainda estava com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML).

A polícia ainda não tem pistas de quem eram os perseguidores da vítima.

Em novembro

Há exato um mês outro, caso de um homem que pulou no ribeirão terminou em morte. Em 11 de novembro, um jovem de 24 anos foi levado pelas águas do Arrudas após pular, na tentativa de fugir de populares, no cruzamento das avenidas Silviano Brandão com Andradas, no bairro Horto. 

Segundo a PM, o rapaz teria furtado um celular e foi perseguido por pessoas que estavam próximas ao local do crime. Na tentativa de escapar de um linchamento, ele pulou no ribeirão, mas o nível estava elevado e com forte correnteza, que acabou levando o homem.

A PM usou uma corda, que o rapaz conseguiu se agarrar, mas acabou perdendo as forças e foi levado pelas águas. O corpo foi encontrado cinco dias depois no rio da Velhas, na altura de Matozinhos, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Leia Mais:
Excessos durante o verão podem causar problemas circulatórios; doenças vasculares aumentam em 30%
Valadares tem três leitos UTI Covid-19 interditados com taxa de ocupação no limite
PBH anuncia que vai recorrer contra liminar que permite consumo de bebida alcoólica em bares