Foi condenado a 70 anos de prisão o homem que matou a companheira e os dois filhos dela, para depois colocar fogo nos corpos das vítimas, em abril de 2018, no bairro Pindorama, região Noroeste de Belo Horizonte. O julgamento aconteceu na manhã desta sexta-feira (29), no Fórum Lafayette.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o réu viveu com as três vítimas por aproximadamente três anos. No dia do crime, houve uma discussão entre ele e sua companheira, de 38 anos, e depois com o jovem de 15 anos de idade. Em seguida, o acusado foi à cozinha, pegou uma faca e desferiu diversos golpes na mulher e em seu enteado.

A menina de 5 anos foi esfaqueada também após se levantar da cama assustada com os gritos da mãe e do irmão. Depois de matar a família, o acusado teria empilhado os corpos na cama, despejando uma garrafa de álcool sobre eles, para depois atear fogo. 

O réu foi condenado a 28 anos de prisão pela morte da mulher e 21 anos para cada um dos filhos dela. Ele já estava preso e aguardará o recurso no sistema prisional.

Leia mais:
Homem é condenado a sete anos de prisão em BH por tentativa de feminicídio
Seis casos de agressões contra mulheres e feminicídios são julgados esta semana em BH