Pesquisadores da UFMG e voluntários estão fabricando álcool em gel em laboratórios sediados no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MG), no bairro Horto, na região Nordeste de Belo Horizonte. 

A produção, que faz parte das ações de enfrentamento ao novo coronavírus que já matou nove pessoas em Minas, será doada a hospitais públicos, asilos, creches e comunidades carentes.

De acordo com os professores Rochel Montero Lago e Vânya Pasa, do Departamento de Química, e Sônia Rocha, da Engenharia de Minas, a UFMG está dando o apoio técnico no processo de fabricação de aproximadamente três mil litros de álcool em gel com concentração de 70%. 

Já o Senai arcará com os custos dos insumos e da produção. Nas dependências do Escalab – centro de escalonamento de tecnologias e modelagem de negócios, coordenado pelo professor Rochel Lago –, foi montado um reator com capacidade de produção de 400 litros por semana. “Desenvolvemos uma formulação com produto alternativo, porque o carbopol, normalmente utilizado, está em falta no mercado”, ressaltou o professor.

Tecnologia

O Escalab é um centro de escalonamento de tecnologias e modelagem de negócios que tem por objetivo levar tecnologias em hard science do laboratório para o mercado. A iniciativa é fruto de parceria entre a UFMG e o Senai.

Leia também:
Caixa lança site e app para solicitar auxílio emergencial; veja quem tem direito ao benefício
Caixa lança site e aplicativo para solicitar auxílio emergencial; veja quem tem direito ao benefício
PBH inicia distribuição de kits de higiene e amplia entrega de cestas básicas; veja quem tem direito