A Polícia Civil confirmou, na tarde deste sábado (28), a identificação de mais duas vítimas do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A tragédia ocorreu em 25 de janeiro e até agora matou 259 pessoas. Onze continuam desaparecidas.

João Tomaz de Oliveira, 46 anos, e Noel Borges de Oliveira, 50, foram identificados por exames de DNA no Laboratório do Instituto de Criminalística. Eles deram entrada no IML de Belo Horizonte no dia 4 de dezembro. João Tomaz era funcionário terceirizado e trabalhava como motorista de caminhão-pipa. Noel Borges também era terceirizado e era encarregado de obras.

Brumadinho

O trabalho de buscas do Corpo de Bombeiros na região do Córrego do Feijão entrou 338º dia neste sábado (28), com 85 militares atuando em 13 frentes de trabalho. Eles utilizam um drone, 42 caminhonetes e 178 maquinários. 

Leia mais:

Vale instala grandes tendas em Brumadinho para acondicionar rejeitos e ajudar bombeiros
'O (re)nascimento do amor sempre acontece', diz bombeiro que atuou em Brumadinho sobre o Natal