Um homem de 33 anos foi preso na manhã deste domingo (25) suspeito de assediar uma idosa, de 67, em um ônibus de viagem que vinha para Belo Horizonte. Outros passageiros que estavam no mesmo veículo disseram ter visto o ocorrido e acionaram a Polícia Militar, que orientou ao motorista que não deixasse ninguém desembarcar assim que chegasse à rodoviária da capital.

A idosa disse aos policiais que o suspeito entrou no ônibus em uma parada em João Monlevade, cidade da região Central de Minas. Porém, assim que chegava a BH, ele teria começado a passar a mão, alisado os braços, as pernas e as nádegas. Foi quando ela gritou e pediu ajuda das outras pessoas que viajavam. Ele foi preso assim que desembarcou e contou que faz uso de remédios controlados.

De acordo com a PM, tanto a vítima quanto os familiares que a aguardavam, ficaram abalados com a situação. Ela não quis acompanhar a ocorrência, dispensou atendimento médico e falou que compareceria às autoridades para prestar esclarecimentos, se fosse necessário. A ocorrência foi encerrada na Delegacia de Mulheres. 

Preocupante

O Hoje em Dia mostrou, neste mês, que até outubro deste ano mais de 15 mil ataques, como agressões, assédios e feminicídios, foram registrados em Belo Horizonte. Especialistas alertaram para a conscientização, porém reforçaram que é preciso quebrar o silêncio e, dessa maneira, punir quem pratica os crimes. Leia aqui.

Como procurar por ajuda

Central de Atendimento à Mulher
Telefone: 180

Polícia Militar
Em qualquer unidade da corporação ou pelo telefone 190

Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher
Avenida Barbacena, 288, Barro Preto - Belo Horizonte

Casa Benvinda (Centro de Apoio à Mulher)
Rua Hermilo Alves, 34, Santa Tereza - Belo Horizonte
Telefone: (31) 3277-4380

Centro Risoleta Neves de Atendimento (Cerna)
Avenida Amazonas, 558, Centro - Belo Horizonte
Telefone: (31) 3270-3235

Defensoria Pública de Defesa da Mulher (Nudem)
Rua Araguari, 210, 5° andar, Centro - Belo Horizonte
Telefone: (31) 2010-3171

18ª Promotoria especializada no combate à violência doméstica e familiar contra a mulher
Avenida Álvares Cabral, 1881, Santo Agostinho - Belo Horizonte
Telefone: (31) 3337-6996