A polícia de Porto Alegre, no Sul do país, irá investigar a queda de um deck de um restaurante que matou Ana Elisa Andrade Genaro Oliveira, de 26 anos, irmã do deputado estadual mineiro Leandro Genaro (PSD). O acidente foi na noite deste domingo (18).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS), entre 10 e 15 pessoas caíram na água com o desabamento, ocorrido em um estabelecimento localizado na região da Ilha das Flores. Ainda no local, Ana Elisa teve uma parada cardiorrespiratória, mas foi reanimada e levada para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS). Porém, já na unidade de saúde, a jovem não resistiu.

Ana Elisa Genaro

Ana Elisa com os pais, o ex-deputado estadual Antônio Genaro e Rose Genaro

Nesta segunda-feira (19), nas redes sociais, Leandro Genaro lamentou a morte da irmã. “Por vezes não estamos próximos de nossos irmãos fisicamente, mas sempre e sempre os amamos. Hoje estou muito triste com a partida trágica da minha irmã. Peço a Deus que console nossos corações. Até a glória Aninha!!!”, escreveu.

O parlamentar e Ana Elisa são filhos do ex-deputado estadual Antônio Genaro de Oliveira, atualmente titular do Conselho Estadual de Diretores (CED) da Igreja do Evangelho Quadrangular em Minas Gerais.

Instituto Geral de Perícias

Caso está sendo investigado pela polícia, que fez perícia no local do acidente

Ainda conforme a polícia, a suspeita é que o deck tenha desabado devido ao excesso de peso. Em nota, o restaurante disse que "[...] local possuía o alvará de funcionamento e PPCI (Plano de Prevenção e Proteção de Combate a Incêndio). O número de pessoas estava dentro das normas estipuladas para aquele local e a manutenção era realizada periodicamente. Estes fatos serão comprovados no decorrer deste inquérito".

*Colaborou Renata Galdino

Leia mais: 

Justiça Eleitoral cassa mandatos do prefeito e vice de Ibirité, na Grande BH
Belo Horizonte tem queda em ocupação de leitos, mas segue com indicadores da pandemia em alerta
Idoso de 78 anos será investigado por tomar três doses de vacinas contra a Covid em Sete Lagoas