Dois irmãos, de 24 e 31 anos foram presos na tarde desta sexta-feira (26) suspeitos de vender linha chilena e material para produzir cerol no bairro Palmital, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Uma denúncia levou os militares até uma loja que fica na rua Estefânia Sales Sotero e no comércio a Polícia Militar apreendeu 46 saquinhos de pó de vidro, 46 com substâncias semelhantes a cola de madeira, 124 sachês de cola, 12 garrafas de plástico contendo cola de madeira líquida, 91 carretéis de linha chilena e um caderno de contabilidade. 

Os suspeitos foram levados para a Delegacia de Plantão de Santa Luzia.

De acordo com a PM, a pena para quem for pego empinando pipa com o material proibido ou vendendo o produto pode é de 5 anos de cadeia. O valor da multa pode chegar a R$ 2 mil. Já quem armazena ou comercializa é autuado em R$ 4 mil. 

Leia mais:
Garoto que teve perna amputada ganhará prótese de fisioterapeuta de BH
Craques da Seleção Brasileira de Amputados projetam futuro para garoto ferido por linha chilena
Menino que teve a perna amputada recebe convite de paralímpicos: 'Sonho de ser atleta continua'