As mães com crianças de até 6 meses, chamadas de lactantes, poderão ser vacinadas contra a Covid-19 em Minas após o início, nesse sábado, da distribuição da 25ª remessa de vacinas contra a Covid-19 pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

De acordo com a pasta, essas mulheres devem ser imunizadas com doses da Pfizer e da Coronavac, e desde que seja feita avaliação individual de risco e benefício da aplicação do composto químico, decisão que deve ocorrer em conjunto com o médico da lactante.

Para receber a vacina, as mães com crianças de até 6 meses deverão apresentar documento de registro de alta hospitalar ou certificado de nascimento da criança; além de autodeclaração preenchida; documento com foto; comprovante de endereço; CPF, e cartão Sistema Único de Saúde (SUS).

A autorização da imunização de lactantes ocorre após publicação de deliberação da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) do SUS no Estado, nesse sábado. No último dia 11, o governo de Minas já havia chegado a liberar as doses para as lactantes, mas suspendeu o ato porque aguardava uma nota técnica que embasasse a decisão.

"Dessa forma, o município poderá destinar, conforme seus critérios, as doses excedentes para vacinação das lactantes com crianças de até 6 meses, até a inclusão desse público como grupo prioritário no Programa Nacional de Operacionalização da Vacinação (PNO)", informou a SES-MG, em nota.

Leia mais:
TJMG mantém suspensão de vacinação contra Covid em adolescentes de Betim
Senai oferece cursos gratuitos de capacitação profissional
Senacom abre inscrições para cursos sobre direito do consumidor; veja como participar