Médicos se mobilizam na busca de doador de fígado para colega internado com febre amarela

Da Redação
portal@hojeemdia.com.br
25/02/2018 às 13:45.
Atualizado em 03/11/2021 às 01:34
 (Divulgação/Whatsapp)

(Divulgação/Whatsapp)

Colegas de medicina do endocrinologista e professor da UFMG Rodrigo Bastos Fóscolo, internado com suspeita de febre amarela, estão se mobilizando por um transplante de fígado por meio de grupos do aplicativo Whatsapp. Eles sugerem que o MG Transplantes seja avisado imediatamente quando for disponível um órgão para ser doado ao paciente.

“Por favor fique atento a qualquer possibilidade de doador em morte encefálica e comunique imediatamente ao MG Transplantes”, pede a mensagem.

O médico está internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte, com suspeita de febre amarela. A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) confirmou que foi notificada na terça-feira (20), mas informou que "caso está em investigação e aguarda resultado dos exames".

O estado de saúde de Fóscolo é mantido em sigilo pelo hospital a pedido dos familiares. Alguns parentes da vítima foram procurados pela reportagem do Hoje em Dia, mas optaram por não comentar a situação do médico.

Uma campanha para doação de sangue já está sendo feita. Quem puder ajudar deve procurar a VITA Hemoterapia Clinica Romeu Ibrahim, localizada na rua Juiz de Fora, número 861, no Barro Preto, região Centro-Sul de BH. É possível também agendar a doação pelo telefone 3295-4584.

Compartilhar
Ediminas S/A Jornal Hoje em Dia.© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por